Lilian Larsen Fagundes, 40 anos

“Desde pequena eu sofria com dores e falta de ar. Eu precisava ser operada e meu médico me indicou o Dr. Robinson Poffo, pois estava com febre reumática na válvula mitral. Fiquei apreensiva: uma operação é sempre traumática. Quando Dr. Poffo me explicou o método da cirurgia cardíaca vídeo-assistida pelo mamilo, fiquei mais tranqüila. Tenho três filhos pequenos que exigem atenção e eu precisava ter uma recuperação rápida. Foi exatamente o que aconteceu. Fiquei apenas cinco dias no hospital e depois de duas semanas já andava e fazia algumas atividades leves. Depois de dois meses, andava de bicicleta, dirigia, cuidava da casa e já podia voltar ao trabalho. Além disso, o método me deixou com uma cicatriz muito pequena e discreta, bem diferente daquelas que costumam ficar nos operados pela técnica convencional.”